20 ANOS
 Olá, seja bem vindo(a).
 Terça-feira, 17 de Setembro de 2019
login  senha      FAQs     busca   
Home Legislação do Estágio Quem somos Fale conosco Notícias Mapa do Site
 
empresa
profissional liberal
estudantes
Noticias
PERSISTA E ACREDITE NAS SUAS INTUIÇÕES, ELAS PODEM TE LEVAR LONGE... - 25/03/2015

Um estagiário clicou neste botão e... Bem, ele "era" um estagiário

 

Eu ainda era estagiário da Justiça Federal quando descobri "o botão". Lembro bem, inclusive, quando, como foi e as consequências gigantescas que isso teve.

 

A minha supervisora de estágio me pediu para pesquisar jurisprudência sobre aposentadoria por invalidez para fundamentar uma sentença previdenciária. Fui, então, ao "pai do burros": o Google. Digitei os termos da pesquisa e o primeiro resultado veio deste portal.

 

Até então não tinha cadastro no site, uma das razões para "o botão" não ser revelado. Porém, desta vez, para eu visualizar o conteúdo completo e fazer o download do inteiro teor de uma decisão, fiz login com o Facebook. Depois de seguir alguns tópicos de meu interesse e salvar o arquivo que queria, cliquei no ícone do JusBrasil e fui direcionado para o feed de notícias.

 

Lá, baseado nos tópicos que segui, encontrei publicações que me interessavam e, bem abaixo do ícone JusBrasil, do lado esquerdo superior estava o dito cujo: o botão "Publicar documento".

 

Estagiário é bicho curioso. Arrisquei clicar e encontrei três campos, um deles o campo "Artigos". Já tinha um blog em que escrevia algumas coisas e resolvi publicar, despretensiosamente, um artigo sobre tributo intitulado: Qual a diferença entre tributo, imposto e taxa?

 

Então veio a revelação. Eu acreditava que o JusBrasil era mantido por jornalistas e profissionais da área jurídica e política apenas. Ledo engano, ou na linguagem mais compreensível na internet: #sqn.

 

Depois de algum tempo, aquela cartinha lá na barra ficou azul. Era uma notificação de mensagem de um dos moderadores do JusBrasil. A princípio pensei: "Vão dizer que preciso ter alguma titulação para publicar aqui, mas sou um mero estagiário".

 

Para minha surpresa eles me deram as boas-vindas e me parabenizaram pelo artigo, indicando algumas alterações feitas para adequar meu texto às regras de publicação, explicando a importância de adicionar tópicos para dar alcance à publicação e indicando a leitura de FAQ's.

 

Meu texto teve mais de 1.000 acessos naquele mesmo dia. Eu, um estagiário do último ano de Direito, tinha um texto com uma repercussão recorde até para os especialistas. Foram 48 recomendações de leitura. Ganhei vários seguidores.

 

Já tive textos de outros autores que compartilhei aqui e que alcançaram marcas monstruosas de 8.000 visitas e 256 recomendações, como foi o caso de O fim do WhatsApp, NetFlix e Skype pelo Marco Civil da internet.

 

Só então descobri como o JusBrasil funcionava. Uma mídia social em que cidadãos comuns e profissionais discutiam cidadania, política, direito e vários temas relacionados, com um nível de debate muito mais elevado do nas redes sociais tradicionais.

 

Já me formei, não sou mais um estagiário, mas até hoje continuo publicando e participando de um dos sites mais visitados do Brasil. Hoje ganhei um selo de "Autor" e "Comentarista" por me adequar às regras de publicação e à política de respeito e gentileza.

 

E se eu não tivesse clicado no "Publicar documento"? E mais: e se eu não tivesse aproveitado a oportunidade? Deixo um recado: na dúvida, se você tem algo valioso para compartilhar, clique!

 

Fonte: Site www.jusbrasil.com.br

 

http://galvomatheus.jusbrasil.com.br/artigos/175686196




https://www.facebook.com/estagiarioscomwebservices


Imprimir notícia  - Compartilhar 



 
Empresa Profissional Liberal Estudante Escola
 
SSL
Apoiamos o
 
© Copyright Estagiarios.com Web Services Ltda - 1999 - 2019 - Direitos Autorais Reservados - Produzido por angelo.com.br
É permitida a reprodução inalterada do conteúdo de informações constantes deste Site com a expressa citação da origem